Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Esaf sedia Encontro das Redes de Estudos Tributários

Notícias

Esaf sedia Encontro das Redes de Estudos Tributários

Exibir carrossel de imagens Crédito: Daniel Nek / Esaf Representantes de 15 países estiveram na Esaf/Sede dias 26 e 27 de fevereiro para o 7º Encontro das Redes de Estudos Tributários

Representantes de 15 países estiveram na Esaf/Sede dias 26 e 27 de fevereiro para o 7º Encontro das Redes de Estudos Tributários

Representantes de 15 países estiveram na Esaf/Sede dias 26 e 27 de fevereiro para o 7º Encontro das Redes de Estudos Tributários, evento realizado pelo Centro Interamericano de Administrações Tributárias – Ciat.

O secretário executivo do Centro, Márcio Verdi, falou da alegria em estar na Esaf, onde realizou seus cursos de formação, e destacou a importância do desenvolvimento de pessoas que façam frente à reforma tributária que acontece “todos os dias”, em função das necessidades de adequação aos marcos legais.

Ele também falou exclusivamente para o site da Esaf sobre os principais desafios do Ciat em 2018 (veja nesta matéria).

O diretor-geral da Esaf, Manuel Augusto Dias, saudou os participantes e afirmou que as diretrizes do Ciat, de cooperação entre administrações tributárias, de desenvolvimento e disseminação de informações, estudos, pesquisas e práticas inovadoras, bem como de formação de recursos humanos, conjugam-se com a visão de futuro da Esaf, que pretende consolidar-se como referência em conhecimento de finanças públicas e no desenvolvimento de pessoas.

Pela Receita Federal do Brasil/MF a mesa de abertura contou com o subsecretário de Tributação, Luiz Fernando Nunes, que destacou a importância da informação para as administrações tributárias, órgãos fiscalizadores e sociedade. Aplicação dos recursos públicos na administração deve se dar com transparência, pois se constitui acima de tudo em uma cobrança da sociedade.

Marta Ayala, presidente do Conselho do Ciat e vice-ministra de Tributação do Paraguai saudou os representantes dos 15 países e enfatizou o apoio que o Ciat e tem dado ao seu país. Também relacionou os benefícios do trabalho em equipe em prol da equidade fiscal.

Prioridades do CIAT para 2018

Segundo Márcio Verdi, os desafios das administrações tributárias e do Ciat são muitos. “Neste ano seguimos lutando para melhorar as condições relacionadas à tributação internacional. O grande desafio já foi conquistado, com a eliminação do segredo bancário para as administrações tributárias, hoje praticamente extinto na América Latina”. Verdi também enfatizou o trabalho para que todos os países da AL possam atender aos principais standards de tributação internacional, especialmente no que se refere ao intercâmbio de informações e colaboração entre os pares.

Veja mais informações sobre o Ciat e o Encontro das Redes neste vídeo 


Assessoria de Comunicação da Esaf