Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Avaliações do Seminário de Eficiência Energética e Compras Sustentáveis superam expectativas

Notícias

Avaliações do Seminário de Eficiência Energética e Compras Sustentáveis superam expectativas

Exibir carrossel de imagens Tobias Kuehner, consultor da Agência Alemã GIZ

Tobias Kuehner, consultor da Agência Alemã GIZ

O Seminário Internacional de Eficiência Energética e Compras Sustentáveis que aconteceu nos dias 13 e 14 de setembro de 2017 na Escola de Administração Fazendária – Esaf alcançou 92,9% dos objetivos do evento, conforme avaliação de reação dos participantes.

Foi uma oportunidade de troca de conhecimentos e experiências entre os diferentes órgãos e participantes presentes e se destacou não só pela qualidade de palestrantes, mas pela abordagem do tema de relevância para a atual conjuntura da Administração Pública Federal. Foram abordados aspectos práticos e discussão das dificuldades enfrentadas na implementação dos temas, apresentação de casos e a oportunidade de debate entre palestrantes e participantes, considerando que a implementação das políticas envolvendo a sustentabilidade na administração pública ainda é algo bastante novo e que a carência de informação e de formação é significativa.

A moderadora do evento, Fabiane Bessa, diretora do Centro de Treinamento da Esaf no Paraná, considera que o Seminário foi uma iniciativa muito importante para o aprofundamento e ampliação dos temas tratados na primeira edição do evento em 2013.

Fabiane considera que as diferentes abordagens sobre os temas centrais - eficiência energética e plano de logística sustentável - permitiram que servidores de diferentes áreas, como a logística, a manutenção e obras de engenharia, e os que acompanham diretamente os serviços terceirizados, pudessem ter uma visão sistêmica dos temas e situar o impacto das diferentes iniciativas nas diferentes áreas de atuação. Para ela, “finanças e meio ambiente são duas das muitas faces do complexo prisma de atuação do Poder Público: ambos estão intrinsecamente ligados aos processos produtivos, aos resultados econômicos (e, por conseguinte à de regulação econômica), que afetam e são afetados diretamente pelo planejamento urbano e rural, a inovação tecnológica, a discussão das matrizes energéticas e as atividades de fomento.
E tudo isso impacta as condições de vida da sociedade brasileira - destinatária última da ação do Estado.

Participação Internacional
A participação internacional foi fundamental para o 2º Seminário, já que o desenvolvimento sustentável, as mudanças climáticas e as demandas energéticas não têm fronteiras políticas.
Neste sentido, a Esaf e a Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração – Spoa, parceiras na realização do evento – agradecem a todos os parceiros internacionais e, em especial da Agência Alemã GIZ, que tem sido uma forte aliada no projeto de Eficiência Energética da Esaf-Sede.

Em 2015, a Esaf celebrou Acordo de Cooperação com a GIZ para disponibilização de consultor técnico para elaboração e execução de projetos de eficiência energética por dois anos. O consultor alemão, Tobias Kuehner, foi o engenheiro que construiu o modelo de eficiência energética da Esaf, que prevê instalação de placas fotovoltaicas em todo o telhado da Esaf, o que significará 100% de autossuficiência energética. Além disso, reduziu consumo de energia da Esaf em 24,2% com adoção de medidas simples, como iluminação, ar condicionado, entre outros.

Quando concretizado e sua totalidade, o projeto de eficiência energética da Esaf será mais um marco na cooperação entre o Brasil e a Alemanha, e transformará a Escola em uma vitrine viva em termos de eficiência energética e de cooperação internacional.